29 de jun de 2012

Raios!


- Estão cá todos? Façamos então a chamada. Raio do computador?... raio do computador?
- Presente.
- Então desliga lá o Facebook… raio dos copos?
- Presente. Estou só a encher o copo e já vou…
- Cigarros?... cigarros? Onde está o raio dos cigarros?
- Estou aqui à porta, que diabo! O raio do isqueiro já está aí, por acaso?
- Boa pergunta! Onde está o raio do isqueiro?
- Estou aqui atrás do raio do computador. Bem sei que sou pequenito, mas também…
- Raio dos amores?... pois, esses… bem, é o costume. Improvisamos qualquer coisa e depois logo se vê se lhes agrada. Raio da hora?
- Presente, óbvio. Ainda há quem chegue a horas! Um gajo vem para aqui cedo e é sempre a mesma merda! E vamos começar quando? Amanhã tenho de ir trabalhar…
- Eh, pá! Tem lá calma! Cala-te um bocadinho e deixa-me fazer a chamada… o raio do cão anda aí?
- Acho que está lá fora a dormir, mas com esta barulheira o mais certo é acordar…
- É, deixá-lo estar sossegado… raio da música?
- Está mesmo a chegar. Se ao menos tivéssemos o Facebook aberto…
- Ó raio do computador, tu vê lá mas é se não crachas a meio…
- Eu? Quem está sempre a desestabilizar isto é o raio do vinho!
- Pronto, agora a culpa é minha! Se eu não estivesse aqui ninguém vinha…
- Que raios! Organizem-se!
- O raio do cinzeiro ainda não está aqui!
- É, eu também não o vejo…
- Olha que dois! Estou aqui, pá! Fui só botar ao lixo a porcaria que vós fizestes!
- Nós, porcaria?
- Pouco chiqueiro! Bem, vamos lá começar a escrita… alguém tem alguma ideia do que vamos escrever?
- Não eras tu que devias saber isso?
- Não fizeste os trabalhos de casa, foi?
- Pronto. Já cá faltava o raio do tédio e o da folha branca!...
- Eh, pá! Estou cansado desta merda…
- Eu cá também já não digo mais nada…
- Hello people! What’s up!
- Vá, até qu’ enfim chegou o raio da música… e hoje vem em inglês!...
- Hoje vi os teus loves
- A sério? Conta lá, mas baixinho para ninguém ouvir…
- Baixinho? Põe mas é o raio da música em cima da mesa para se ouvir melhor que eu vou encher outro copo…
- Isqueiro? Isqueiro?
- Tou aqui, cigarros!
- Foda-se! Estou farto desta merda! É só bláblá, só bláblá e nada. Eu trabalho de manhã cedo, caramba… vou-me embora!
- Pronto. O raio das horas passou-se. Ainda por cima é ele que desliga a luz no quadro…
- Eu também vou!
- Vai Branca, vai. Também não fazes cá falta nenhuma!
- Sem luz não vale a pena! Sem Facebook nem nada… dá-me logo o sono. E eu sem luz sou como o português sem o café antes de ir trabalhar…
- Ó isqueiro, um cafezito até marchava?…
- Ui! Só de pensar até fico em flamas…
- Qual quê? Um scotch agora é que era…
- E uma peçada…
- Alguém pare o raio das horas que eu tive uma ideia!
- Pois, agora é que era…
- Vai-te foder, Tédio!
- Se alguém souber ligar o quadro, eu ainda fico mais um bocado… pus uma cena que já deve ter prá’í uns vinte likes


Nenhum comentário: