30 de dez de 2011

Para o novo ano

.

Vou sapatear por aí
Na calçada dos dias
Desprender ritmo
Nas pedras duras do tempo.

O meu assobio
Será de um alegre comboio
Dentro do sol de Inverno.

Acredito
Que a glória me visitará
Em todos os dias
Da minha doença.
Contando-me as maravilhas do mundo.

Tudo farei para abrir mais os olhos
os ouvidos
a boca
o nariz
a pele
a cabeça e o coração. -

Para que entrem tudo e todos
- o bom e o mau disfarçado de bom-
Num banquete da alma sem congestões,
Pressões e depressões,
Apenas agridoces insatisfações, medos e paixões.

Saiba eu
Matar e ressuscitar a fome de vida todos os dias.
.

Um comentário:

Sr. Mal disse...

"Acredito
Que a glória me visitará
Em todos os dias
Da minha doença.
Contando-me as maravilhas do mundo."

É Top!