31 de mar de 2009

Concurso literário

.

Perdoar-me-ão os desgraçados que convivem com os infortúnios desta morada mas, por mercenários motivos, terei de apagar alguns poemas aqui veiculados. Pretendo levá-los a um concurso de beleza...
Pensemos neles como meninos que levo ao “desobriga” pela tutora e sábia mão de um Menino de Talho. Não se apoquentem. Voltarão cumpridos com renovado cardápio de doenças...


.

2 comentários:

MADAME disse...

Quantos poemas tiraste daqui? E qual é o concurso? Quero saber tudo. Mandaste alguma coisa para aquele anúncio que te mandei? Beijos e Boa sorte com o concurso.

Amora disse...

Aguardo o desfecho desse concurso.
Saudações Sr. Mal e que nunca seja tocado por tão maléfica escrita.
Eu sou imune a tal.:)