8 de mar de 2013

os transeuntes


um homem caminha dentro da noite;
uma noite caminha dentro do homem.

nos céus uma lua presa por duas molas,
estrelas lacrimejantes,
um pacote de vinho no banco de jardim
e duas côdeas de Metáforas
ajudam a pintar o vazio deste poema.

imaginem uma matrioshka num sonho de Van Gogh.

Nenhum comentário: