4 de mai de 2011

O Poeta menor


Não tenho jeito para coisas mundanas. Não tenho. Ok, sou capaz de fazer um creme de alho francês e coentros mas, lá está, nem isso é mundano. Mundano é fazer arroz e eu não sei fazer arroz. Complicado? Sim, para mim é complicado fazer arroz…

Reúno todas as características para ser o pai de um tipo genial, daqueles de quem se diz que o pai era um poeta menor e nunca um criador. Conhecido para a poesia como um carameleiro de Dijon...


Um comentário:

Pinheirinha disse...

Eu vou bem com o creme de alho francês e coentros e sou menina para levar umas tostas para acompanhar.
Para chef à minha mesa aprecio-te, para pai... deixemos isso para quem te quer fazer escravo.