23 de jun de 2010

Poesia ao entardecer

Espelhar poesia,
com palavras entrelaçadas,
entoadas ao som da cítara.
Espalhar poesia,
soltar os cabelos,
morder os lábios,
gestos,
sentidos,
votos,
promessas a cumprir...
Morder os lábios,
fechar os olhos,
deliciosas tertúlias,
tempos passados,
Soltar os cabelos,
lavar o rosto,
caminhar nua.
Espalhar amor,
Sou tua.

Nenhum comentário: