4 de mar de 2009

Pensamento do dia

Este país não é para velhos
que bebem por cálices!

.

6 comentários:

vasco disse...

Muito menos para meninos que bebedores de copinhos de leite, diria eu.

MADAME disse...

Sr. Mal repara que o Vasco só deixou comment a este porque na realidade tem alergia a posts grandes, loool. Por isso não os pode comentar. E mesmo assim escreveu uma frase onde falta uma palavra, lool.

Sr. Mal nem mesmo se os cálices forem muitos e estejam cheios de aguardente ou whisky?

Sr. Mal disse...

Bom, como diria Jack, o Estripador, "Vamos por partes"...

- Sr. Vasco, não sei ao certo de que leite me fala, mas se é daquele tinto que vem arrolhado, desde já lhe digo que gosto bem de o saborear, não por copinhos, mas directamente do gargalo (e aí sim!) agarrado como um menino ao seu biberão. Por outro lado, e sem me querer alongar nas propriedades psicotrópicas do leite, aconselho a experimentá-lo por uma fonte feminina. Excluída essa possibilidade, restar-lhe-á sempre um repetido visionamento do filme Laranja Mecânica…

-Madame, muito me agradam as suas palavras. São parcas mas revelam um conhecimento aprofundado na matéria; soam bem ao ouvido, apresentam alternativas credíveis e discorrem soluções. Mas, como ambos sabemos, a solução é um composto desinfectante que serve para disfarçar maus vinhos. Como tal, peço-lhe, - não reduza a minha compreensão emocional das coisas a uma rodada de shots.

vasco disse...

Sr. Mal: esquece; eu sou um gajo muito mais literal que V. Exa.

Madame: Deves ter a vista cansada de ler os teus próprios posts: se prestasses atenção, verias que não falta palavra alguma; existe sim uma a mais

Arranhadelas disse...

Neste país não há lugar para muitas coisas...por vezes as lufadas cheias de pó e perfumes salazaristas, são muito pior que velhinhos a beber por cálices...

Sr. Mal disse...

Ah pois com certeza que são!!! Até porque os velhinhos que bebem por cálices não ficam tão brutos como aqueles que se deitam debaixo da pipa.
Quanto aos perfumes salazaristas, acho que eram bons, pelo menos a julgar por aquela série que tentou transformar o "bota de elástico" num 007 de Santa Comba Dão. No entanto, ele não tinha ordem para matar, mas consta que autorizava os outros a fazê-lo por si, enquanto bebia por cálices de pé. Dizem que não foi a bebida que o matou, mas eu não acredito. A forma como ele se sentava nas cadeiras abona em favor da minha teoria. Se me dissessem que ele tinha um problema de cataratas, ainda vá... mas haja coragem para se dizer a verdade. Tenho visto muitos velhos caindo ao balcão e ninguém diz que o problema é das cadeiras!